• Dra Karolina Frauzino

Varizes na gravidez

Atualizado: Jul 25


Separei aqui algumas perguntas frequentes que me fazem em consultório para orientar às gestantes sobre os cuidados com a circulação durante a Gravidez.


Vamos lá? São só 3 minutinhos!



Por que as varizes aparecem durante a Gravidez?

Cerca de 50 a 70% das gestantes desenvolverão varizes durante a gestação, incluindo todas as apresentações clínicas, como vasinhos, microvarizes e varizes. Isso acontece devido à combinação de diversos fatores, como aumentos hormonais de progesterona, compressão do útero, herança genética, aumento do sangue circulante e outras modificações fisiológicas.


2/3 dessas varizes surgirão já no primeiro trimestre da gravidez, indicando que as medidas de prevenção devem começar já no início da gestação ou, caso já se identifiquem fatores de risco, se iniciem antes da gestação.



Desejo engravidar. Quais são as medidas que devo tomar para prevenir problemas circulatórios durante a gravidez?

Não há nenhuma medida comprovada em estudos que efetivamente evitem aparecimento de varizes e vasinhos.


Porém a consulta com angiologista antes da gravidez se faz importante para se identificar os fatores para o aparecimento das doenças circulatórias, auxiliando no planejamento de medias de auxílio que possam ser iniciadas antes e durante a gestação, pensando no conforto da gestante e prevenção das complicações relacionadas.


Quais são as medidas que toda gestante deve tomar para prevenir os problemas circulatórios?

  • controlar o peso durante a gravidez

  • praticar atividade física semanal - caminhadas, alongamentos, ioga, hidroginástica - para estimular a circulação venosa e linfática

  • fazer drenagem linfática semanal para auxiliar na redução e prevenção do inchaço nas pernas

  • repouso com os membros elevados várias vezes ao dia intercalado com os períodos de pé

  • evitar usar calças apertadas que garroteiem a circulação já no início da gestação



Quais são as vantagens da meia compressiva durante a gravidez?

O uso da meia compressiva não foi associado à prevenção do aparecimento de varizes durante a gestação, porém em caso sintomáticos, reduz os sintomas que as acompanham e previne complicações, como flebites, trombose e inchaço nas pernas.


Vale ressaltar que, mesmo sem o aparecimento de varizes, 50% das gestantes terão inchaço nas pernas, que pode ser controlado com o auxílio da meia compressiva.



Qual meia compressiva escolher na gravidez?

No início da gestação, pode ser suficiente o uso de meia compressiva 3/4 de Classe 1 ou 2. Porém, com o avançar da gravidez, este tipo de meia pode gerar incômodo e ser necessária a troca para meia compressiva tipo "gestante".

Outro fator que deve ser atentado é quanto ao tamanho da meia, que pode mudar com o avançar da gestação. Usar meias de tamanho inadequado pode piorar os sintomas.



Tenho varizes e desejo engravidar. Devo tratar minhas varizes antes ou depois?

A escolha do momento certo do tratamento das varizes é muito individualizada e deve ser feito em decisão conjunta entre o angiologista e a mulher.


Para auxiliar nessa decisão com as minhas pacientes, levo em consideração que durante a gravidez há uma tendência de piora das varizes, dos sintomas e aparecimento de complicações e, dessa forma, a opção do tratamento de casos mais avançados antes da gravidez me parece mais sensata e segura.



Tenho varizes e já estou grávida. Há algum tratamento disponível durante a gestação?

Os tratamentos invasivos para varizes estão contraindicados durante a gravidez, por não haver estudos que comprovem segurança para a mãe e o bebê.


Porém o uso de alguns medicamentos venotônicos podem auxiliar na redução dos sintomas, devendo ser prescritos por médico, pois são contra-indicados em alguns casos.


Além dos medicamentos, as medidas para melhora da circulação devem ser feitas por todas as gestantes, associado ao uso de meia compressiva adequada ao seu caso.



Depois da gestação, quando estarei autorizada a tratar varizes e vasinhos da gravidez?

Nas 6 primeiras semanas após o parto, o risco de complicações associadas aos procedimentos invasivos, como trombose, ainda é aumentado. Por este motivo, evitamos fazer qualquer procedimento nesse período.


Outro fator determinante é se a mulher está amamentando, pois torna alguns procedimentos e substâncias contra-indicados.


Dra Karolina Frauzino é médica cirurgiã vascular em Brasília-DF, dedicada ao tratamento de doenças venosas, com Título de Especialista em Cirurgia Vascular e Membros da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.


#drakarolinafrauzino #varizesnagravidez #angiologistaembrasilia #clinicaangius #angilogistalagosul #tratamentodevarizesnagravidez #varizesnagestação #meiacompressivanagravidez #angiologistadf #angiologistavarizes

OUTROS CANAIS

Visite para mais informações!

©2019 by Dra Karolina Frauzino. Proudly created Design4Doctors

  • whatsapp
  • Preto Ícone YouTube