• Dra Karolina Frauzino

Conhecendo o sistema linfático

Atualizado: 1 de Set de 2019



O que é sistema linfático?

À semelhança dos vasos sanguíneos, o pouco conhecido sistema linfático é formado por uma rede de vasos por onde circula a linfa, que consiste em um líquido de cor transparente a leitosa formado por água, proteínas e lipídios que se acumulam nos tecidos advindos das células e dos vasos sanguíneos. Dessa forma, a função mais conhecida dos vasos linfáticos nada mais é do que drenar esse líquido e retorná-lo à circulação sanguínea.

Além dos vasos linfáticos, outro componente do sistema linfático, os linfonodos, atuam no sistema de defesa do organismo, sendo constituídos por glóbulos brancos que identificam e atuam contra microorganismos durante as infecções.

Doenças relacionadas aos vasos linfáticos

As doenças relacionadas aos vasos linfáticos podem ser congênitas (presentes ao nascimento) ou adquiridas e estão relacionadas com uma redução no número de vasos linfáticos, redução da sua função ou mesmo obstrução.


São exemplos de doenças congênitas: Doença de Milroy, Bridas amnióticas, linfedema congênito.


São exemplos de doenças adquiridas: doença de Meigs, linfedema adquirido, filariose, erisipela, linfedema pós-radioterapia.

Como saber se tenho um problema nos vasos linfáticos?

O principal sinal relacionado às doenças que afetam os vasos linfáticos é o inchaço no membro acometido, o chamado linfedema. Em fases iniciais da doença, o linfedema em nada se difere do inchaço originado de outras doenças circulatórias, sendo a investigação dependente de outros sintomas e sinais que porventura apareçam.


Com o avançar da doença, esse líquido rico em proteínas que se acumula nos tecidos provoca uma reação inflamatória local que é identificada visivelmente como um edema duro e permanente, semelhante à casca de laranja. A essa altura da doença, o linfedema adquire característica de irreversibilidade.

Qual exame posso fazer para saber se tenho linfedema?

Um exame usado para diagnosticar as linfopatias é a linfocintilografia qualitativa. Esta consiste na injeção de contraste radioativo, seguido do registro da drenagem ao longo do tempo, sendo capaz de identificar a redução do número, a obstrução ou a diminuição da função dos vasos linfáticos.






Autoria:

Dra Karolina Frauzino é Membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular e possui Título de Especialista em Cirurgia Vascular pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.












#linfatico #sistemalinfatico #doençalinfatica #linfática

©2019 by Dra Karolina Frauzino. Proudly created Design4Doctors